O Brasil é riquíssimo em recursos hídricos. Doze bacias hidrográficas correm pelo território nacional e, também, o oceano Atlântico, que banha toda a costa leste brasileira. De acordo com a Word Wildlife Fund (WWF), o Brasil detém 13% da água potável do mundo; ou seja, mais um aspecto que mostra a abundância de água em nosso país.

É comum a predominância de águas provenientes das regiões de planalto, o que permite a construção de usinas hidrelétricas, como a de Urubupungá (rio Paraná), Iguaçu, Pirapora, Sobradinho, Paulo Afonso. Algumas bacias se localizam em regiões de planície: a Amazônica e a bacia do Paraguai.

As águas das chuvas são um fator importante para encher os rios; e ela acontece nas épocas de verão, quando se está no período chuvoso. No clima seco do nordeste, existem rios chamados de intermitentes ou temporários, uma vez que, em determinados meses, eles desaparecem.

O Brasil possui doze bacias hidrográfica : a bacia Amazônica, a Tocantins Araguaia , a bacia do Atlântico Nordeste Ocidental, a do Parnaíba, o Atlântico , a bacia do rio São Francisco, Atlântico Leste, Atlântico Sudeste, a bacia do rio Paraná, do rio Paraguai, do Uruguai e o Atlântico Sul.

A bacia Amazônica passa pelos estados do Acre, Amazonas, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Pará e Amapá. São mais de três milhões de quilômetros quadrados de área e os principais rios são: o rio Amazonas, o rio Negro, o Solimões e o Purus. A bacia Amazônica é a maior de todas em expansão territorial.

Em seguida, vem a bacia do rio Paraguai, com mais de um milhão de quilômetros quadrados de área ocupada. A bacia é composta pelos rios: Paraguai, Miranda, Cuiabá e São Lourenço. Ela atravessa os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, que também fazem divisa com o Paraguai.

A bacia do rio Tocantins ocupa uma área de 967.059 km² e abrange os estados de Goiás, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão, Pará e Distrito Federal. Os principais rios que correm nela são: o rio Tocantins, o rio Araguaia, o rio Vermelho e o Crixá-Açú. As sub-bacias dos rios Mearim e Itapecuru passam pelos estados do Pará e Maranhão. São mais de 250 mil quilômetros quadrados de extensão e os principais rios são o Gurupi, o Turiaçu, o Periucamã e o Meaarim

Piauí, Maranhão e Ceará recebem água da bacia do rio Parnaíba. Fazem parte da bacia os rios: Parnaíba, Balsas, Gurgueia e Uruçuí-preto. Completam 344 mil km². No Atlântico Nordeste Oriental, os estados são o Ceará, o Rio Grande do Norte, a Paraíba, o Pernambuco e Alagoas. Eles formam pequenas bacias costeiras e os principais rios que compõem a hidrografia nordestina são: o rio Jaguaribe, o Salgado, rio Banabuiú e Canús. Esse conjunto de rios se espalha por uma área de 287.348 km².

A bacia do rio São Francisco passa pelos estados de Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Bahia, Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal. Ao todo, são 640.000 km² de extensão da bacia e os rios que compõem são o rio São Francisco, o rio das Velhas, Abaeté e Carinhanha. A bacia do rio Jequitinhonha, Mucuri, São Mateus e Paraguaçu é formada pelos rios Paraguaçu, Mucuri, Pardo, Jequitinhonha e São Mateus. Ela atravessa os estados de Sergipe, Bahia, Minas Gerais e Espírito Santo. São 374.677 km² de extensão da bacia.

Outra das doze bacias existentes no território brasileiro é a bacia do rio Doce, Ribeira e Paraíba do Sul. Correm pelos estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná, totalizando aproximadamente 230 mil km².

A sub-bacia do rio Paraná tem 879.860 km² de área territorial. Os rios Paraná, Paranaíba, Tietê e Iguaçu correm nos estados de Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Distrito Federal. A sub-bacia do rio Uruguai, em território brasileiro, ocupa cerca de 175 mil km². Os principais rios são: o rio Uruguai, o Chapecó, o Passo Fundo e o rio da Várzea. Os estados contemplados pelas correntes desses rios são o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Os principais rios da bacia do rio Camaquã são: o rio Itajaí, Jacuí, Itajaí-Açu e Itajaí do Sul. Juntos, se espalham por uma área de 185.856 km² e passam pelos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

De todos esses rios e bacias, a região mais caudalosa é a Amazônica. Mais de três milhões de quilômetros quadrados de água, distribuída em mais de sete estados brasileiros. Além disso, a maior bacia do mundo é a do rio Amazonas que, por sinal, é maior em volume de água do mundo. Ele se estende por 6.992 km.